• Aline Mesquita

7 Motivos para você começar a fazer dança do ventre

Atualizado: há 6 dias

Há algum tempo atrás eu fiz um vídeo listando vários motivos para você começar a dançar. E a verdade é que todos eles continuam sendo ótimas razões pra você que ainda não começou a fazer aulas de dança do ventre ir logo se matricular em uma turma; por isso resolvi relembrar dessa lista de benefícios da dança do ventre aqui no blog. A lista se refere a começar a dançar de uma maneira geral e foi criada em tempos “normais”, mas se você está em isolamento durante a pandemia e também quer motivos para começar a dançar, eu vou deixar um link para outro artigo mais específico no final do texto, ok?

Vamos para a lista!

Você pode assistir o vídeo  ou ler o texto logo abaixo.



1. A dança do ventre auxilia no emagrecimento


Esse motivo não é o primeiro por acaso. Muita gente procura a dança porque está em busca

imagem: pxhere

de uma atividade que traga benefícios estéticos e para a saúde. E sendo a dança uma atividade aeróbica, ou seja, uma atividade que dura um certo tempo (uma aula de dança dura em média de 50 minutos a 1 hora) e com uma intensidade moderada, ela consome bastante oxigênio e por isso proporciona um considerável gasto calórico, podendo queimar as reservas de gordura do corpo. A dança do ventre ainda tem a vantagem de ser uma atividade leve, de baixo impacto; portanto, não sobrecarrega as articulações e vai ajudar a trabalhar a sua postura.


2. A dança do ventre melhora a circulação e fortalece os músculos


Com esse consumo de oxigênio, com o gasto calórico e com a queima de gorduras, além

imagem: Istock Getty Images

da possível perda de peso, outros benefícios relacionados a atividades aeróbicas como a dança podem ser notados a médio e longo prazo, como por exemplo: o aumento da capacidade cardiorrespiratória, um aumento da força e da resistência nos músculos envolvidos nas atividades e uma melhoria geral na circulação sanguínea que vai levar mais oxigênio para o corpo durante a atividade e no seu dia a dia, se a dança fizer parte da sua rotina ao longo do tempo.




3. A dança do ventre reduz o estresse e a ansiedade


imagem: pxhere

Um outro benefício da dança para o corpo é a produção de hormônios como por exemplo a endorfina, que dá uma sensação de bem-estar e ajuda a diminuir o stress das nossas rotinas diárias. Toda essa atividade física estimula o corpo a produzir também outros hormônios como noradrenalina e serotonina, que auxiliam na estabilização do humor, controle da ansiedade etc.


4. A dança do ventre combate a depressão


imagem: iStock

A essa altura eu espero que você já saiba, mas caso não saiba a depressão é uma doença e não um simples estado emocional. Ela acontece quando há uma deficiência de certas substâncias químicas no cérebro, entre elas, os hormônios que eu citei no tópico anterior. Por isso é importante mantermos uma atividade física regular não só para obtermos todos os benefícios já citados para o corpo, mas também para a prevenção de doenças e especialmente a depressão. Corpo são, mente sã!


5. A dança do ventre melhora a autoestima da mulher


Dançando com véu. Foto: Ricardo Baumart

Esse é um dos benefícios mais cobiçados e mais sentidos por quem pratica a dança do ventre. E sim, é verdade que todos os motivos anteriores já são elementos importantíssimos para ajudar na sua autoestima, mas a dança do ventre tem ainda outro fator de extrema importância, que é a feminilidade. Por ser uma dança essencialmente feminina, ela trabalha justamente essa questão que beneficia a autoestima da mulher. Trabalha também o reconhecimento e a valorização do corpo da mulher pela própria mulher, além da autonomia e da confiança. Ou seja, tudo que se refere ao universo do bem-estar feminino, está contemplado pela prática da dança do ventre.


6. A dança do ventre proporciona socialização e novas amizades


A sala de aula de dança é um ambiente leve e agradável. Lá você vai ter a oportunidade de conhecer e trocar experiências com outras pessoas. É um momento de aprendizagem coletiva, mas também pode ser um momento de descontração entre amigas. Esse é um aspecto muito importante especialmente para as alunas mais velhas que muitas vezes não dispõem de oportunidades para ter uma vida social mais movimentada. A possibilidade de ter essa interação entre mulheres em um ambiente seguro é mais um dos grandes benefícios da aula de dança do ventre. Observação: em tempos “normais”, com aulas presenciais, a sala de aula/studio de dança é esse ambiente de trocas e de contato. Atualmente, com a pandemia e as medidas de isolamento esse contato mais próximo está inviabilizado, mas as aulas seguem normalmente mantendo essas características de ambiente leve e de socialização, mesmo que à distância. O isolamento é físico, mas o contato social e emocional deve ser mantido e estimulado.


7. A dança do ventre pode ser praticada por qualquer pessoa em qualquer idade


inclusão e diversidade

Para encerrar a lista, por todos os motivos já citados anteriormente, não existe restrição para quem quer fazer dança do ventre. A dança pode ser praticada por qualquer aluna desde a criança até a senhora com mais idade. Da menina mais magrinha à mais gordinha; seja ela da raça, cor, etnia ou religião que for. Não existe faixa etária, nem biótipo certo ou errado e ela pode ser praticada por homens também. A dança do ventre é uma dança inclusiva e todas as praticantes estão aptas a colher os seus benefícios.



E para finalizar esse post, se você está em isolamento por causa da pandemia e está sem uma atividade física ou de lazer e também procura por bons motivos para começar a dançar, eu recomendo que você leia o artigo que escrevi para o site Dança em Pauta, sobre a dança como terapia em tempos de isolamento.


É isso, pessoal! Se você leu até aqui, muito obrigada. Espero que você tenha gostado do post e que todos esses motivos sejam um incentivo para você começar ou voltar a fazer aulas de dança. Me diga aí o que te motivou a dançar ou o que você ainda busca na dança.


Se tiver interesse em começar as aulas de dança do ventre, acesse a página Aulas do site, ou entre em contato para saber à respeito das turmas, horários e valores.

E não deixe de acompanhar meus posts aqui e nas minhas redes sociais!